Batendo a cabeça:

– O seu problema é que você quer que tudo caia do céu.

(revira os olhos) – Isso eu já sei.

– E não vai cair.

(bufa) – Eu sei disso, também.

– Não adianta você querer que as coisas se resolvam sozinhas, independente de você.

– Eu sei disso, eu sei de tudo o que você está falando, que saco, quando você vai começar a falar coisas úteis?

– Esperar que eu fale “coisas úteis” é esperar que a resposta caia do céu. Nada cai do céu, sabia?

 

Agora eu acho que sei.